Pedagogia

O LessonApp é baseado em pesquisas da pedagogia moderna e segue os mesmos princípios ensinados aos professores finlandeses durante a formação docente, que são aplicados todos os dias em suas salas de aula.

A Finlândia é conhecida pelo sistema de educação de vanguarda e pelos resultados excepcionais que seus alunos obtém em avaliações internacionais de aprendizagem. O que não é tão amplamente conhecido, é o fato de que a Finlândia baseia suas práticas educativas em pesquisas científicas de como o ensino e a aprendizagem se relacionam.

Pesquisas modernas em educação têm mostrado claramente vários fatores que promovem a aprendizagem: a participação dos alunos, a aprendizagem colaborativa (aprendendo de e com os outros), a reflexão, a conexão com os conhecimentos prévios e a proposta metodológica e de avaliação.

Essa teoria contemporânea da aprendizagem tem sido a base para a formação de professores na Finlândia, e também foi utilizada para a construção do LesonApp. Ela é conhecida como a perspectiva socioconstrutivista da aprendizagem.

A perspectiva socioconstrutivista da aprendizagem tem os seguintes princípios:

  • A aprendizagem é percebida como um processo ativo, em que o conhecimento é construído pelo próprio aprendiz;
  • O conhecimento é criado mutuamente nos contextos sociais da aprendizagem;
  • Conhecimento, compreensão e experiências prévias são relevantes para aprender coisas novas;
  • Os professores são facilitadores, que tornam possível o desenvolvimento e aprendizagem dos alunos;
  • Aprender também deve ser divertido.

Os professores finlandeses baseiam seu trabalho na perspectiva socioconstrutivista da aprendizagem e a colocam em prática de várias maneiras, todos os dias. A abordagem socioconstrutivista da aprendizagem pode se manifestar de várias formas na sala de aula, quando os professores propõe atividades para:

  • Engajar os alunos em atividades, discussões e reflexões;
  • Estimular discussões e participações frequentes;
  • Dar aos alunos a oportunidade de criar suas próprias perguntas e construir seus próprios modelos;
  • Promover o pensamento independente, permitindo que os alunos testem suas ideias, sintetizem as ideias dos outros, construam uma compreensão profunda do que estão aprendendo e desenvolvam habilidades de raciocínio;
  • Utilizar diferentes metodologias para estimular o ensino cooperativo.

A abordagem socioconstrutivista da aprendizagem não só leva a excelentes resultados de aprendizagem, mas também promove a aquisição de habilidades para o século 21. A abordagem incentiva o aluno a ser ativo na construção de seus próprios conhecimentos e também colaborativo com outros alunos para resolver problemas em conjunto.

A abordagem desenvolve habilidades fundamentais, tais como autorregulação, autodeterminação e desejo de perseverar nas atividades. Também promove habilidades colaborativas, tais como: comunicação respeitosa, negociação, tolerância, valorização das diferenças, trabalhar de forma construtiva com diversos tipos de pessoas, entre outras.

Essas habilidades também são um pré-requisito para o aprendizado profundo, que exige habilidades como raciocínio analítico, resolução de problemas complexos e trabalho em equipe.

Além disso, essa abordagem é adequada para alcançar o desenvolvimento das habilidades necessárias para o século XXI, tais como:

  • Criatividade e inovação
  • Pensamento crítico e solução de problemas
  • Comunicação
  • Colaboração
  • Iniciativa e autorregulação
  • Habilidades sociais e multiculturais
  • Liderança e responsabilidade

Ao estimularmos sua própria atividade, participação e engajamento, possibilitamos que os alunos aumentem sua sensação de bem-estar. O bem-estar dos alunos é tão importante quanto os resultados de aprendizagem. Um ambiente de sala de aula sem estresse e interessante não só promove a aprendizagem, mas também melhora o bem-estar de alunos e professores. É possível alcançar excelentes resultados de aprendizagem e apreciar os estudos ao mesmo tempo.